De Mochila pelas Américas

A Rocha Viva

em 11 agosto, 2013

Arcos 1
Arcos 2
Arcos 3
Arcos 4
Arcos 5
Arcos 6
Arcos 7
Arcos 8
Arcos 9
Arcos 9a
Arcos 10
Arcos 11
Arcos 12
Arcos 13
Arcos 14
Arcos 15
Arcos 16
Arcos 17
Arcos 18
Arcos 19
Arcos 20
Arcos 21
Arcos 22
Arcos 23

Descrição do Viajante (trilogia – parte III)

Há momentos em que o cenário parece um desenho colorido, delicadamente pintado no fundo azulado do céu.  Em um dia ensolarado de verão, praticamente sem vento, é muito difícil acreditar que os arcos foram esculpidos pela ação da água e do gelo, combinada aos movimentos da camada de sal do subsolo.

O cenário aqui não é permanente. Os arcos vão sendo moldados gradativamente pelo efeito das temperaturas extremas e das mudanças climáticas, naturais de cada estação.

Nascem, ao serem esculpidos pela natureza. Crescem, ao terem suas formas intensificadas, lentamente. Um dia, com a erosão, morrem.

Há arcos partidos ou em forma de círculo. Arcos duplos ou pequenos arcos, dentro de arcada mais ampla. As rochas – sem arco e avermelhadas devido à concentração de ferro – assumem formas diversas, de objetos ou animais.

O rancho, preservado desde 1906, foi onde John Wesley Wolfe morou com o filho mais velho. Da janela admirava as formações ainda mais antigas, de 150 milhões de anos.

Imponentes dos dois lados do canyon, os paredões de rocha formaram uma espécie de avenida, turisticamente comparada à linha de arranha-céus de Nova Iorque.

As montanhas La Sal receberam o nome pela associação entre a neve e pilhas de sal, feita pelos espanhóis que exploravam a região.

Arches National Park, no estado americano de Utah, abriga a maior concentração de arcos naturais do país. São pelo menos 2.,5 mil. Para ser oficialmente catalogado como um arco, a abertura na rocha deve ter ao menos um metro de extensão, na mesma direção.

Serviço:

Parque Nacional dos Arcos

Localização: oito quilômetros ao norte de Moab, Utah.

Entrada: US$10 por veículo. Compre passe anual se for visitar vários parques, US$80.

Época: aberto o ano todo, primavera e outono são as melhores épocas. No verão reserve acomodação com antecedência.

Dica: está ao lado de Moab, meca dos esportes de aventura, principalmente mountain bike. Não deixe de alugar uma bicicleta ou contratar um tour. Há trilhas para todos os níveis e condições físicas. 

Tags:, , ,

2 Comentários link permanente

2 Posts

Post a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *