Alunos do Colégio Sesi acompanham a expedição

Publicado em: 14/02/ 13

A expedição De Mochila pelas Américas dá um alô especial aos alunos do Colégio Sesi do Paraná que voltam às aulas nesta quinta-feira (14) e agora começam a acompanhar esta jornada.

Por mais quatro ou cinco meses estaremos juntos, explorando países das Américas Central e do Norte.

É uma oportunidade de desbravarmos novos espaços, conhecermos diferentes culturas e aprendermos história, biologia, geografia e idiomas como o espanhol e o inglês.

Acima de tudo, esta viagem jornalística, cultural e de aventura traz a possibilidade de desenvolvermos valores pessoais como a determinação, a coragem e a resiliência, além da capacidade de superação e de adaptação.

Conto com vocês, jovens do Colégio Sesi, para seguirmos juntos nessa empreitada que também carrega em sua essência capacidades que vocês aprendem em classe, como o empreendedorismo e a criatividade.

Além do Colégio Sesi, que patrocina a expedição, tenho o apoio da Vital Card e as parcerias de divulgação do jornal Gazeta do Povo e da rádio CBN Curitiba.

Grande abraço a todos,

Ike Weber.


92 Comentários

  1. Guilherme Weber disse:

    O perfil ficous ensacional!

  2. Adriano Pereira disse:

    Olá Ike…. sou do colégio SESI de Assaí e estamos com uma excelente expectativa em relação a esta aventura!

    Logo nosso contato será mais frequente… hasta luego

  3. Giovan disse:

    Olá Ike, nós do Colégio Sesi de Toledo “embarcamos” junto nessa viagem histórico-cultural! Abraço e sucesso!

  4. Lucas Damas disse:

    É engrandeçedor conhecer um pouco mais sobre a cultura da américa através da leitura do site.

  5. Thaline disse:

    Olá lke, nós do SESI- CAMPO LARGO estamos “embarcando” juntos nessa viagem contigo!! esperamos conhecer muito as culturas por onde o Senhor está passando!! um grande abraço!

  6. Marcos Paulo Pedroso disse:

    Ola Ike, o Colégio Sesi de Guarapuava esta junto com você nessa grande aventura. Muita força e luz.

  7. Celene Santini disse:

    Oi Ike! Aqui no Colégio Sesi de Campo Mourão estamos começando a acompanhar sua jornada e estamos ansiosos para trocar ideias e aprender com a sua experiência.
    Have a nice safe trip! =)

  8. paula karolina disse:

    Alo Ike valeu colegio sesi rio branco do sul ta junto com vc abraçoo!!

  9. Bruno Henrique disse:

    Olá Ike!
    Somos do Colégio Sesi De umuarama. Estamos juntos nessa aventura…:D Abraços :D

  10. Mateus disse:

    daew ike!!! o Colegio Sesi do Boqueirao esta junto com vc hahaha abracos

  11. Rosi Rodrigues Pauly disse:

    Olá Ike!!Sou do Colégio Sesi Umuarama-Paraná,aqui toda galera embarcou junto com vc nessa grande aventura.
    E está ligada nesse site.
    Abraços !!!

  12. Lais Hykavei disse:

    Olá Ike!
    Sou do Colégio SESI São José dos Pinhais e estamos empolgados com essa aventura maravilhosa … Abraços!!!!

  13. Karina da Rosa Rolak disse:

    Olá Ike, sou do colégio SESI de Guarapuava, estamos juntos nessa aventura.

  14. Martina disse:

    ¡Hola Ike!nosotros de la colegio Sesi de Bandeirantes estamos juntos con usted nesta viaje…¡Abrazo!

  15. Ernane Guimarães disse:

    Olá Ike, nós do Colégio Sesi Paranavaí também estamos acompanhando essa aventura…
    E inspirados por você nossa oficina também realizará uma viagem.
    Abraços de todos os alunos e professores!

  16. Kaiany Zimiany disse:

    Olá , sou aluna do Colégio Sesi de Paranavaí , estou muito anciosa , por tudo que tem ainda por conhecer nessa aventura .
    Boa sorte.

  17. Rebeca disse:

    Olá, Ike. Sou do Colégio SESI de Arapongas-Pr, estou gostando muito de todas as aventuras que já teve até aqui. Parabéns pelo empenho e coragem, vou estar te acompanhando! (:
    boa sorte, abraço.

  18. Laís Kosmos disse:

    Olá Ike, sou a Laís Kosmos do Colégio SESI de Guarapuava,estamos junto contigo nessa grande aventura! Abraço

  19. Higor Bueno disse:

    Fala Ike, sou do colégio Sesi de Telêmaco Borba-PR quero parabenizar seu trabalho, muito interessante trabalhar com diversas culturas diferentes dentro do mesmo continente… Essa experiencia de acompanhar sua viagem me deixou com vontade e expectativas de ser mochileiro, ja tinha um sonho de viajar pelo mundo, conhecer culturas, lugares, pessoas, experiencias que poderia guardar pro resto da vida e esse sonho aumentou, basicamente é isso que vim falar Ike, Parabéns e tamo nessa De mochila pelas Américas

  20. wendel matheus lima de carvalho disse:

    Olá Ike, nós do Colégio Sesi de paranavai “embarcamos” junto nessa viagem histórico-cultural! Abraço e sucesso!

  21. Camila Moraes disse:

    Olá Ike, tudo bem? Sou do Colégio SESI de Foz do Iguaçu e no momento participo da oficina chamada “De Mochila Pelas Américas”. Sou representante da minha equipe e desejo lhe informar que estamos lhe acompanhando durante essa tragetória. Abraço!

  22. Lucas Eduardo disse:

    Olá Ike Weber,sou Lucas Eduardo e estou acompanhando seu trabalho aqui do Sesi de Foz do Iguaçu. Estou gostando de suas aventuras :)
    Abraços, Equipe 7 :D

  23. Equipe 03 - Sesi - Foz do Iguaçu disse:

    Fala ai Ike, ta massa a viajem? Somos do Colégio Sesi Foz do Iguaçu , e achamos que você deveria passar algum dia desses pra ver as belezas de nossa cidade ;) Boa viajem , abraços.

    • ikeweber disse:

      Estive algumas vezes em Foz, é uma região maravilhosa. Algumas pessoas que conheci durante esta expedição e que visitaram o Brasil conheceram as cataratas, famosas em todo o mundo. Abço à equipe 3 e aos demais alunos do Colégio Sesi de Foz do Iguaçu. Ike.

  24. Jefim Farias disse:

    DAEEEEEEEEEEEEEEEEE MANINHO EU TO PAGANDO UM PAU PARA A SUA VIAGEM CONTINUE ASSIM PARABENS…

  25. João Paulo Klassmann disse:

    bom dia ! estamos lisonjeados por esta oportunidade.
    somos da unidade sesiPR de foz do iguaçu (da oficina muchilero pela america)

    obrigado por ler

  26. Natasha Montiel disse:

    Olá Ike, somos do colégio SESI de Foz do Iguaçu -PR. Desejamos sorte para que você continue realizando essa incrível experiência!!

  27. Mario Eduardo disse:

    Oi, sou Mario e estou aqui representando a equipe 4 – Sesi Foz do Iguaçu.
    Estou acompanhando sua viagem por este continente cheio de aventuras. Parabéns pelo seu trabalho e continue assim que está ótimo! Abraços.

  28. Rafael S Cunha disse:

    Olá, eu sou do colégio SESI de Foz do Iguaçu – PR, e queria te dar uma “boa Viagem”, espero que se divirta em suas aventuras…

  29. Igor Fuliotto Tanoue disse:

    Olá Ike,sou do colégio SESI Paranavaí fizemos uma oficina em sua homengem e estou gostando muito de participar

  30. kallyne disse:

    E ae Ike, sou do Colégio Sesi de Guarapuava-Pr, estamos junto com vc nessa grande aventura,força ae garoto!!!

  31. Brendha disse:

    Olá.. Sou do colégio sesi de Guarapuava,PR.. Estou acompanhando sua viagem passo a passo, muito legal, cada lugar magnifico, dá até vontade de ir kk’…Boas aventuras…Abraços

  32. Amanda Karolyne disse:

    Hola Ike, estudio en la universidad SESI Bandeirantes, y esto es muy bueno embarcarse en este gran viaje con usted, ya que es un trabajo muy interesante!
    Buena Suerte, un abrazo.

  33. Jean Marlon disse:

    ola Ike, eu sou o Jean Marlon do colegio SESI de Guarapuava, e estamos com vc, parabens pela sua iniciativa em saber mais do nosso continente, q DEUS te abençoe!

  34. Alyne Gabryelle disse:

    Olá Ike, sou do Colégio Sesi de Guarapuava, estamos junto com você nessa grande aventura!

  35. Alisson Ansanelo disse:

    Ola Ike Weber,Sou do Colégio Sesi Paranavaí estou muito ansioso com nossa expedição não falo só por mim mas sim por todos da oficina “De mochila pelas Américas”, vamos explorar novas paisagens através de uma viagem com a turma,Desejo Sucesso Para você e Até o Dia de nossa expedição…

  36. Bruna Barbosa disse:

    Olá Ike, sou do SESI de Foz do Iguaçu e fiquei muito encantada com a grande diversidade de plantas e orquídeas que você postou. A maravilhosa cidade aquática do Panamá também me chamou muita atenção, é incrível como as pessoas se adaptam aos locais e neles conseguem viver bem. Porém, é uma pena sabermos que em tão poucos anos de vida algumas crianças já tenham contato com armas..infelizmente podemos observar que esta realidade não ocorre somente aqui, no Brasil. Bom, te desejo toda a sorte para continuar produzindo este maravilhoso trabalho. Estamos nessa! :D

  37. Guilherme Vinicio disse:

    Olá Ike eu sou do Colegio Sesi de Londrina, quero saber se os mitos são bem comuns nos países que você visitou?

    • ikeweber disse:

      Sim, Guilherme, são bem comuns. Contos, histórias, mitos e lendas.

      No Panamá há inclusive uma trilha que representa um mito: a da Índia Dormida.

      Segue a história para você. Abço, Ike.

      Índia Dormida:

      A índia Luba, da tribo dos Guaymies, era de caráter rebelde, herança da raça forte que lutou contra os conquistadores espanhóis. Luba se apoixona por um dos oficiais da Espanha e despreza o guerreiro Yaravi, de sua tribo.

      Desiludido o índio se lanço ao vazio, do alto de uma montanha, acompanhado pelo olhar da indiazinha. Transforma-se na Flor do Ar. Luba, atormentada, renuncia ao amor ao conquistador, se perde na mata e morre.

      Conta a lenda que as colinas e as matas cobrem seu corpo, dando forma à montanha. Hoje os contornos se atenuaram um pouco, mas a trilha até à colina, no Valle de Antón, Panamá, é chamada de A Índia Dormida.

    • ikeweber disse:

      Sim, Guilherme, há mitos, contos, lendas e histórias que passam de geração em geração.

      Lendas indígenas, como a da Índia Dormida:

      A índia Luba, da tribo dos Guaymies, era de caráter rebelde, herança da raça forte que lutou contra os conquistadores espanhóis. Luba se apoixona por um dos oficiais da Espanha e despreza o guerreiro Yaravi, de sua tribo.

      Desiludido o índio se lanço ao vazio, do alto de uma montanha, acompanhado pelo olhar da indiazinha. Transforma-se na Flor do Ar. Luba, atormentada, renuncia ao amor ao conquistador, se perde na mata e morre.

      Conta a lenda que as colinas e as matas cobrem seu corpo, dando forma à montanha. Hoje os contornos se atenuaram um pouco, mas a trilha até à colina, no Valle de Antón, Panamá, é chamada de A Índia Dormida.

  38. Fabio Cristovao disse:

    Oi ike somos do colégio SESI de Londrina e estamos acompanhando sua viagem pela América do Sul e nós despertou muitas curiosidades. Como as pessoas o receberam nos países? Você percebeu se eles tem alguma percepção de como é o Brasil ? Sucesso para você e aguardamos o seu contato.

    • ikeweber disse:

      Fábio, a recepção é sempre cordial. Inicialmente me confundem com europeu ou americano. Quando digo que sou do Brasil, ficam felizes. Às vezes comentam: ‘brasileiro? sangue bom’.

      Geralmente a população local não tem muita ideia de como é o nosso país. Conhecem o futebol e admiram a beleza feminina.

      Viajantes de outros países tem vontade de visitar o Brasil, mas as referências maiores são normalmente Salvador, São Paulo e o Rio de Janeiro.

      Procuro dar dicas sobre o sul, o nordeste e o pantanal. Abço, Ike.

  39. Fernando Souza disse:

    Daí Ike! Sou do colégio SESI de Guarapuava, estamos acompanhando sua viagem

  40. Jéssica Busse disse:

    Olá Ike, sou do colégio Sesi de Marechal Cândido Rondon, eu e meus colegas estamos acompanhando essa grande aventura, estamos contigo nessa. Sorte pra ti, pois seu trabalho é maravilhoso. Abraço!

  41. Bruno Henrique disse:

    Ola Ike! Estou realizando um trabalho sobre a cultura artistica do Panamá e Nicaragua… Se voce tiver algumas informaçoes , agradeço.. Colégio Sesi Umuarama ;D

    • ikeweber disse:

      Bruno,

      Arte interessante no Panamá vem dos grupos indígenas. As mulheres das comunidades Ngöbe-Buglé, que vivem perto das regiões de Boquete e de Bocas del Toro, usam vestidos coloridos, com contornos em destaque.

      Mais ao sul do país, as mulheres das comunidades indígenas Kuna adornam-se com muitos anéis e pulseiras, nos braços e nariz. São sempre as mulheres as mais adornadas, que chamam mais atenção pelos trajes típicos.

      Ainda não cheguei à Nicarágua, mas já vi artesanato bastante bonito produzido por seus povos. Fazem cerâmica com pinturas bem elaboradas.

      Abço, Ike.

  42. Jeniffer Mariano disse:

    Olá Ike sou do colégio Sesi Boqueirão de Curitiba, estamos acompanhando sua viagem durante este bimestre.Percebi que quando foi a Santa Marta no Caribe pegou varicela e gostaria de saber quais vacinas tomou antes de iniciar a viagem.

    • ikeweber disse:

      Olá, Jeniffer.

      Provavelmente a varicela estava incubada e só apareceu na Colômbia.

      A única vacina obrigatória é contra a febre amarela, que eu já havia tomado e dura 10 anos. Tomei então vacinas contra meningite, raiva (três doses), difteria, tétano e contra febre tifoide.

      Abço, Ike.

  43. leonilda disse:

    Ola Ike! Meu nome é Leonilda sou do Colégio Sesi-CIC.Faço a oficina Mochilas pelas américas 4.Minha equipe Os mochileiros queremos saber como eram o comportamento das pessoas ao te receber?Qual lugar foi mais acolhedor?

    • ikeweber disse:

      Em geral todos os países foram muito acolhedores, Leonilda.

      Mas acho que se destacam nesse quesito a Costa Rica, a Colômbia e o Equador.

      Abço a toda a equipe, Ike.

  44. felipinho disse:

    Ola ike, somos do colegio sesi de cambé (GRANDE CIDADE)gostariamos de saber se vc que é o massa ?

  45. Marina Volz disse:

    Oi Ike, sou do colegio sesi de Marechal Câdido Rondon, gostaria de saber qual sua maior dificuldade nessa viagem ?

    • ikeweber disse:

      Os dois momentos mais difíceis foram relatados no blog, Marina.

      Um deles foi a pressão psicológica e os riscos para cruzar a fronteira entre o Peru e o Equador. O outro foi o sofrimento, o diagnóstico e o tratamento da varicela. Pode ter mais detalhes no próprio blog.

      Abço, Marina.

  46. Marina Volz disse:

    E o que fez você ter a ideia de viajar ?

    • ikeweber disse:

      Está no meu DNA, Marina, sempre gostei de viajar e explorar.

      Leia também o meu primeiro post, “o sonho”, ali conto com detalhes.

      Abço, Ike.

  47. Gabriella Fernanda disse:

    Olá Ike!
    Sou do Sesi Umuarama, e estou realizando um trabalho sobre cultura artística da Guatemala e Honduras. Se voce tiver algumas informaçoes, agradeço. ;D

  48. Luiz Carlos Freitas. (Juninho) disse:

    Parabens ike muitoo boaa tua viagem,sou do colegio sesi de guarapuava, estamos acompanhando aii !!!

  49. Parabens ike muitoo boaa tua viagem,sou do colegio sesi de guarapuava, estamos acompanhando aii!!!

  50. Martina disse:

    ¡hola Ike! nosotros somos del colegio Sesi de Bandeirantes estamos juntos con usted en este viaje…¡Abrazo!

  51. Lucas Umeoka disse:

    Olá Ike, sou do colégio SESI de Paranavaí, e estou gostando muito de participar da Oficina que foi inspirada em você. Estarei acompanhando suas viagens. Boa Sorte !

  52. Guilherme Nascimento disse:

    Olá Ike sou o Guilherme Nascimento do Colégio SESI de Guarapuava, e estamos acompanhando essa sua grande aventura ! Parabéns.

  53. Caroline Feldhaus disse:

    Olá Ike, estamos realizando um trabalho e precisamos saber de alguns itens relacionados à Colômbia, se puder responder, ficarei grata:

    -Quais as principais atividades econômicas da Colômbia?
    -Quais os principais costumes/hábitos culturais da Colômbia?
    -O que não pode faltar numa viagem para a Colômbia?

    Abraços.

    • ikeweber disse:

      A Colômbia está entre as cinco principais economias da América Latina, mas as desigualdades e diferenças sociais existem, são bem marcadas.

      A moeda é o peso colombiano, com um montão de zeros. Um dólar equivale a 1.700 pesos (COPs).

      O setor de serviços é o principal do país, com quase 60% do Produto Interno Bruto. Depois vem indústria e agricultura.

      É a principal fonte mundial de esmeraldas e o café é famoso no mundo todo. Também exporta petróleo e carvão.

      É um país predominantemente católico. O futebol é o principal esporte, mas pela influência espanhola, também existem no país as touradas.

      A forma de vida, assim como o clima, varia muito conforme a região. A capital, Bogotá, é cosmopolita e tem boa estrutura de museus. É mais alta e fria.

      O povo é mais expansivo na região caribenha, costa norte, onde o clima é mais quente e a área, mais suja.

      Para viajar à Colômbia, como explorador, e não como turista, é preciso espírito de aventura.

      Abço a você, Caroline, e a toda a sua equipe. Ike.

  54. Bruna Barbosa disse:

    Olá Ike, sou do colégio SESI de Foz do Iguaçu e gostaria de fazer algumas perguntas relacionadas à Colômbia para apresentar durante a finalização da nossa oficina, que se encerra nesta sexta-feira 26/04/2013.
    – O que se pode visitar/encontrar/conhecer na Colômbia?
    – Quais os pontos turísticos naturais da Colômbia? Qual mais te chamou atenção?
    – Quais os pontos turísticos culturais da Colômbia?
    Ficarei muito grata se houver um tempinho pra responder, aguardo sua resposta. Abraços.

    • ikeweber disse:

      Bruna,

      Na Colômbia há de tudo:

      Selvas nos parques Teyruna e Tayrona, mais ao norte. E também densa selva ao sul, mas é onde predominam as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). Há cidades cosmopolitas, como a capital, Bogotá, e coloniais, como Cartagena. Tem povoados coloniais, como Villa de Leyva, e Mompox, que foi inspiração do escritor Gabriel Garcia Márquez. Tem ilhas lindas e praias também, como San Andrés ou Taganga.

      Todas as regiões merecem ser exploradas para ter uma ideia da forma de vida do povo, naturalmente muito acolhedor, e de suas riquezas.

      Fora os pontos naturais, que citei acima, são extremamente interessantes os Museus do Ouro e de Botero, em Bogotá, assim como toda a região da Candelária, centro histórico.

      De forma diferente fiquei maravilhado com tudo. A Colômbia foi uma boa surpresa, é interessante, cênica e segura para se viajar.

      Abço, Ike.

  55. Camila disse:

    Olá Ike, sou do colégio Sesi de Foz do Iguaçu e gostaria de fazer algumas perguntas sobre o Peru.
    *O que se pode encontrar, conhecer, visitar no Peru?
    *Quais os pontos turísticos naturais?
    *Quais os pontos turísticos culturais?
    *Quais as principais atividades economicas?
    *Quais os principais costumes/habitos culturais?
    *O que não pode faltar em uma viagem para o Peru?
    Desde já agradeço

    • ikeweber disse:

      O Peru é muito famoso pelos sítios arqueológicos, principalmente Macchu Picchu, da antiga Civilização Inca. Mas há muito mais para se ver e visitar.

      Em Huaráz, ao norte, há ruínas da civilização Chavin e também as belezas da Cordilheira Branca e seus glaciares.

      Próximo a Trujillo, se pode visitar a cidade de Chan Chan, totalmente edificada em argila.

      Paracas, na costa, tem reservas naturais, com belas praias e as Ilhas Ballestas, rica em fauna marinha, aves e leões marinhos.

      A região dos Andes ainda preserva seus trajes. As mulheres andam pelas ruas com chapéus altos e vestidos largos. A música e dança andina são tradições mantidas.

      O Peru é um país para aventura, esportes, longas e fortes caminhadas, trekkings ou hikings nas montanhas.

      As folhas de coca são mascadas, e o chá, ingerido habitualmente para compensar os efeitos da altitude.

      As praças de armas, sempre o ponto inicial e marco de uma cidade são dignas de admiração e conservam construções da período da colonização.

      Canyons, como o de Colca, também merecem ser visitados, próximos a Arequipa, no Sul. Região de condores e muita aridez.

      O peruano é um povo lutador e sofrido, o país tem muita pobreza. A economia tem em seus pilares a agricultura, a pesca, na região costeira e a manufatura de produtos têxteis e artesanais. O turismo sempre contribui como fonte de renda. É dos países mais visitados pelos brasileiros na América do Sul, principalmente pelo público jovem.

      É país para se visitar sem frescura, espírito de aventura e capacidade de adaptação. Uma viagem de mochila é para acomodação e comida simples e rústicas.

      Abço, Ike.

  56. larissa bertolin disse:

    olá Ike sou do colégio sesi de gpuava achei muito legal esse tipo de viagem


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *