As cores e as carretas de Sarchi

Publicado em: 25/03/ 13

Sarchi 1
Sarchi 2
Sarchi 3
Sarchi 3a
Sarchi 4
Sarchi 4a
Sarchi 5
Sarchi 7
Sarchi 8
Sarchi 8a
Sarchi 8b
Sarchi 8c
Sarchi 8d
Sarchi 8e
Sarchi 8f
Sarchi 9
Sarchi 9a
Sarchi 9b
Sarchi 10
Sarchi 11
Sarchi 12
Sarchi 13
Sarchi 14
Sarchi 15

Tudo é colorido em Sarchi. Principalmente a estrutura de madeira das carretas, que têm desenhos caleidoscópicos. A tradição, que começou em preto e branco nas rodas dos carros de boi, no final do século XIX, ganhou graça e foi transferida para outros objetos e peças de artesanato.

Agora as cadeiras, as mesas, bandejas, galões de leite e até as lixeiras recebem pintura artesanal. As casas exibem detalhes graciosos em muros e paredes. As flores que enfeitam os jardins são vermelhas, brancas e amarelas.

As carretas existem em todos os tamanhos: minúsculo, pequeno, médio, grande e, na praça da cidade, foi orgulhosamente instalada a maior do mundo. Satisfação para os pouco mais de 10 mil habitantes do povoado onde tudo são cores.

O piso da praça central imita as rodas dos carrinhos. Os bancos copiam os enfeites das casas. As placas que indicam as ruas do lugarejo mostram também rodas de carretas. Pintadas em laranja, azul, amarelo e verde.

Até a singela ponte de concreto se adorna para atravessar o mundo enfeitado.

No comércio, as sacolinhas de papel kraft, decoradas com temas da Costa Rica, apresentam traços infantis. As cores marcam os relógios de parede. O estilo kitsch responde pelas horas.

A sujeira dos cinzeiros é aliviada pelos tons delicados, no metal enfeitado. Em Sarchi, centro da Costa Rica, tudo é colorido.


37 Comentários

  1. Aline tainá peixoto Colégio SESI marechal cândido rondon disse:

    Nossa que lindo, tudo colorido e enfeitado. Como você esta se sentindo depois de já ter passado por vários lugares? a vontade e a motivação continuam as mesmas?

  2. Adriano Pereira - SESI Assaí disse:

    Nossa… demais… incrivel como a América é diversa… orgulho em ser americano

  3. Equipe: Machu Picchu/Oficina: De mochilas pelas américas 2 SESI-CIC disse:

    Quais foram as diferenças de personalidades das pessoas que você notou em cada país em que passou ?

    • ikeweber disse:

      Equipe Macchu Picchu,

      Demorei um pouco para dar esta resposta, estava refletindo a respeito… Creio que agora, após quatro meses de viagem, é possível comparar e identificar melhor diferenças de personalidade entre os povos de cada país. A princípio, todos soam como hospitaleiros e simpáticos. Depois as diferenças vão ficando mais marcadas.

      Percebo os nicaraguenses como os mais expansivos dentre todos os países visitados até o momento. Também guardam um aspecto machista, uma necessidade que os homens tem de se afirmarem como “machos”. Muitas vezes isso torna o semblante duro, fechado. Mas são extremamente brincalhões e alegres.

      Os colombianos e os costarriquenhos são os mais hospitaleiros, gostam de receber, de trazer ao aconchego.

      Peruanos formam o povo mais sofrido e, assim, mais fechados. Principalmente no norte e cordilheira, região árida e montanhosa. No sul e na costa são mais sociáveis.

      Os panamenhos têm suas particularidades. Não tão abertos ao viajante estrangeiro não são tão conversadores como os habitantes da Costa Rica. Em geral, no comércio, demonstram pouca atenção ao cliente, cara mais amarrada. Mas também são muito gente boa.

      Em comum, os povos latinos são cordiais e gente muito simples. Os norte americanos, que sempre tentaram invadir a América Central, são mais orgulhosos e arrogantes.

  4. Larissa Siqueira disse:

    Oi Ike weber,Sou do colégio SESI Cianorte e estou realizando o oficina De Mochila Pelas Américas,estou achando sua trajetória magnifica, os lugares que você visita são muito bonitos, e através do seu blog estamos conhecendo lugares novos, sem nem mesmo sair de casa. De onde veio essa ideia maravilhosa de sair explorando as Américas? Dos lugares que você já visitou qual você mais gostou?
    Boa Sorte Nessa sua expedição.

    Abraços.

    • ikeweber disse:

      Sempre gostei muito de viajar e queria fazer desta vez uma longa viagem, uma verdadeira expedição.

      O sonho vem de criança e nos últimos 10 anos estava pensando seriamente nisso, Larissa.

      Fui amadurecendo e optei pelas Américas, por ser nosso continente, por poder fazer todo o trajeto por terra e por haver grande riqueza e diversidade cultural e cênica.

      Não poderia citar apenas um lugar, são muito diferentes e interessantes. Todos.

      Abço, Ike.

  5. Isabella castilho disse:

    Olá ike! Eu sou do colégio SESI de Cianorte-PR, e a algum tempo venho acompanhando seu blog e certamente suas viagens!
    Fico encantada a cada nova postagem das cidades em que você passa. Pelo seu blog, você nos mostra que cada lugar é perfeito, cada um de seu jeito e em um certo local! Gosto muito de todos os lugares que passou. Espero que você consiga concluir o seu objetivo e continue nos informando!
    tenha uma pergunta a você: De todos os lugares e cidades em que já esteve, teve algum em especial que lhe chamou realmente a atenção?
    Parabéns por tudo! abraço!

    • ikeweber disse:

      Todos tem sua magia e foram pontos altos.

      Seria injusto indicar apenas um, Isabella.

      Cada qual mexeu comigo de forma e por motivo diferente.

      Abço, Ike.

  6. Polyana Costa disse:

    Olá ike, como esta sua viagem? Sou aluna do colégio SESI de Cianorte-PR e gostaria de lhe fazer uma pergunta:
    Nesse tempo, viajando e passando por tantas lugares, tem algum país que você gostaria de morar? Além do brasil…
    Parabéns!Tudo de bom em sua viagem! Abraço

  7. Jordana Bonilho disse:

    Olá Ike! Sou aluna do colégio SESI de Cianorte- PR, e a algum tempo venho acompanhando a sua viagem. A cada postagem feita, vejo as suas fotos e o texto publicado referente a cidade onde você passou, e fico cada vez mais encantada com a diversidade cultural que há ao nosso redor.
    Torço para que sua viagem seja concluída e para que você continue mostrando os encantos de cada cidade, sendo que muitos deles eram desconhecidos por alguns.
    Parabéns por tudo que tem feito! Abraço!

  8. Polyana Costa disse:

    Olá Ike, como esta sua viagem? Sou aluna do colégio SESI de Cianorte-PR e gostaria de lhe fazer uma pergunta:
    Nesse tempo, viajando e passando por tantos lugares, tem algum país que você gostaria de morar? Além do Brasil…
    Parabéns!Tudo de bom em sua viagem!

  9. Somos uma equipe da oficina De Mochila pelas Américas e gostaríamos de saber:
    Em relação aos continentes que você já passou nessa viagem, em qual se nota: Países com maiores extensões geográficas, com as maiores características da cultura espanhola, com mais paisagens naturais e maiores indíces de pobreza?
    Desde já agradecemos.

    • ikeweber disse:

      Equipe,

      Toda a expedição é em continente americano. O Peru é o maior em extensão e também o de piores condições.

      O segundo maior em área é a Colômbia, enquanto que o Equador é o menor. Além desses três países da América do Sul passei pelo Panamá e Costa Rica, na América Central.

      A colonização espanhola se deu em todos eles. Há especificamente cidades com arquitetura colonial da Espanha muito marcadas, como Cuenca, no Equador e Cartagena, na Colômbia.

      Todos são riquíssimos em belezas naturais e paisagens cênicas, sem distinção. O que varia é o tipo, conforme o país e a região.

      Abço, Ike.

  10. Polyana Prado disse:

    Muito lindo o trabalho que é desenvolvido em Sarchi, as cores sao muito vibrantes e tudo muito colorido, Boa viagem.. Polyana do Colégio Sesi de Guarapuava – PR

  11. Rafa, Jéssica, Juh, Thais e Gustavo disse:

    Olá Ike! Somos uma equipe do Colégio Sesi de Londrina e estamos desenvolvendo uma atividade de psicologia que envolve mitos, ritos, identidades culturais e algumas contra-culturas. Gostaríamos de perguntar algumas coisas relacionadas a isso.
    Você poderia fazer um breve comentário sobre a diversidade de culturas na América Latina e os conflitos que essas diferenças geram?

    • ikeweber disse:

      Equipe de Londrina,

      Pelo que entendi seria mais sobre o comportamento desses povos, certo?

      Até agora percebi poucas diferenças que gerassem conflitos entre eles. Historicamente houve disputas, como entre Costa Rica e Nicarágua, pela região de Guanacaste, por exemplo.

      Isso deve se acentuar à medida em que eu avance para países mais ao norte da América Central.

      O que se percebe muito, infelizmente, é a invasão e presença massiva dos norte americanos em países como a Costa Rica e o Panamá. Isso gera uma perda de identidade, até uma destruição cultural.

      A Costa Rica, por exemplo, se tornou muito comercial em função dessa influência. Colocando em risco, inclusive, tradições e idioma. Em muitos locais se fala mais inglês do que espanhol.

      Em relação à psique de cada povo, percebo que os nicaraguenses são os mais expansivos dentre todos. Também guardam um aspecto machista, uma necessidade que os homens tem de se afirmar como “machos”. Muitas vezes isso reflete em uma aparência dura. Mas são extremamente brincalhões e alegres.

      Os colombianos e os costarriquenhos são os mais hospitaleiros, gostam de receber, de trazer ao aconchego.

      Peruanos formam o povo mais sofrido e, assim, mais fechados. Principalmente no norte e cordilheira, região árida e montanhosa. No sul e na costa são mais sociáveis.

      Os panamenhos têm suas particularidades. Não tão abertos ao viajante estrangeiro não são tão conversadores como os habitantes da Costa Rica. Em geral, no comércio, demonstram pouca atenção ao cliente, cara mais amarrada. Mas também são muito gente boa.

      Em comum, os povos latinos são cordiais e gente muito simples. Espero ter contribuído.

      Abço, Ike.

  12. Fernando Campos disse:

    Hola Ike, yo soy del Colegio SESI-PR de Bandeirantes. Sus aventuras son impresionantes!!! me gustan mucho!!! 🙂

  13. Bruna (Sesi-Fazenda Rio Grande-PR) disse:

    Estou adorando suas viagens.Cada lugar lindo,chega dá vontade de ir também.Queria te fazer uma pergunta.De todos os lugares que você já passou,qual você se emocionou mais?

  14. Heloisa Muraro disse:

    Hola Ike, soy estudiante de la escuela de sesi Bandeirantes-PR. Suas viajes son muy buena e interesante, Mostrar un poco de nuestra América para quienes todavía no sé, Felicidades tus fotos son geniales.

  15. kerolain juliellen s. martins disse:

    Olá Ike,sou do Colégio SESI-PR,de Guarapuava.Adorei as suas fotos tudo muito bonito e colorido,continue tendo uma boa viagem!!!

  16. Sayonara Meira disse:

    Olá Ike, Sou aluna do Colégio SESI-PR de Guarapuava. Adorei as cores e pinturas artesanais. É muito bom contar com você para nos mostrar um pouco mais da cultura das Américas. Tudo de bom, e que você continue tendo um ótima viagem 🙂

  17. Isabela, Kauany, Larissa, Letícia disse:

    Por que a identidade cultural de Sarchi na Costa Rica mudou de branco e preto para colorido?

    • ikeweber disse:

      Não creio que tenha sido exatamente uma mudança de identidade cultural.

      As carretas eram mais rústicas e havia menos possibilidades no final do séc. XIX e início do séc. XX.

      Com o tempo foram aprimorando o trabalho, intensificando cores e tons.

      Abço, Ike.

  18. Isabela, Kauany, Larissa, Letícia disse:

    Olá Ike, somos do colégio Sesi de Londrina, e estamos realizando um trabalho de psicologia e gostaríamos de saber o por que da identidade cultural de Sarchi na Costa Rica ter mudado de branco e preto para o colorido?

    • ikeweber disse:

      Não creio que tenha sido exatamente uma mudança de identidade cultural, equipe.

      As carretas eram mais rústicas e havia menos possibilidades no final do séc. XIX e início do séc. XX.

      Com o tempo foram aprimorando o trabalho, colorindo e intensificando os tons.

      Abço, Ike.

  19. Louise Martins - Colégio SESI-PR - M.C.RONDON disse:

    hola Ike,de verdad me esta gustando tu blog,compartes con nosotros tantas cosas diferentes,de verdad me gusta lo que dices,por que nos muestras a nosotros como es el lugar y también nos das consejos y cuentas a cerca de la cultura y la forma de vivir de esa gente.Sigue haciéndolo,abrazos

  20. Amanda Luisa disse:

    Olá Ike, como vai?
    Sou do colégio SESI de Marechal Cândido Rondon.
    Adorei o lugar, tudo tão artístico, me chamou bastante atenção mesmo, já que você já fez tantas viagens, gostaria de saber, qual lugar em questões artísticas mais lhe chamou a atenção?
    Abraço.

    • ikeweber disse:

      As cidades maiores e capitais, Amanda.

      Bogotá tem muita cultura, assim como em San José, na Costa Rica, a arte está nas ruas.

      As cidades coloniais como Cartagena, na Colômbia, Cuenca, no Equador e León e Granada, na Nicarágua, tem arquitetura artística.

      Abço, Ike.

  21. larissa matte disse:

    essas arte traz uma grande armânia para os cidadães , e pessoas que passam por la ,um lugar muito lindo de se visitar ..

  22. Beatriz disse:

    Olá Ike, Sou do Colégio Sesi de Toledo, estava dando uma olhada em seu blog e fique encantada com a criatividade desses artesões, são peças lindas e tem um colorido que chama muita atenção! Além disso queria também dizer que ler seus textos me faz sentir como se estivesse em cada lugar que você está visitando, você escreve muito bem, parabéns, e ainda e os lugares são magníficos, participar da Oficina De Mochila Pelas Américas me fez aprender muito sobre o continente onde vivo, e seu blog me ajudou á adquirir esse conhecimento, obrigada!

  23. Kethlyn Amanda disse:

    Olá Ike, estou aqui para dizer que essa viagem é muito divertida, as paisagens, os diferentes lugares e tudo é um máximo! Abraço, boa sorte novamente.

  24. Kethlyn Amanda disse:

    Kethlyn Ferreira, do colégio Sesi, no último comentário.. haha


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *