Bizarrices de Vegas

[portfolio_slideshow]
Descobertas do Viajante

Nunca entendi direito as máquinas de caça-níqueis. O que sei é que elas, cedo ou tarde, invariavelmente, ficam com todo o nosso dinheiro. Algumas trabalham na surdina, lentamente, esgotando nosso bolso centavo a centavo. Outras acenam com prêmios milionários para abocanhar, gulosas, porções mínimas de cinco dólares.

Na dúvida há sempre um botãozinho escrito “service”, que faz uma atendente, de saia curta e generoso decote, chegar correndo a te oferecer algo para que você possa gastar a sobra do seu dinheiro. Por trás dos drinques grátis sempre há uma gorjeta. Ao lado, todo o tipo de promoções, cupons de desconto, ofertas de shows e variadas atrações.

Las Vegas é uma grande loja de departamentos, montada para agradar a todos. Não vou escrever aqui sobre hotéis faraônicos, shows espetaculares, restaurantes e baladas sofisticadas. Isso, boa parte dos leitores já conhece, o destino é extremamente turístico. Prefiro contar sobre as bizarrices da cidade que nunca dorme.

Tudo é megalomaníaco em Vegas. Do tamanho das construções e painéis de neon até o preço. Os buffets tem ao menos uma quadra de extensão. As tulipas para drinques coloridos, mais de um metro de altura.

Os restaurantes fazem promoção para você frequentar o bandejão de luxo por até seis vezes, em 24 horas. Se o paladar e o bolso forem mais gigantes do que a fome, você pode degustar outro tipo de buffet, a US$435 por cabeça.

Os cones de pipoca alcançam até 70 centímetros de comprimento. Comer o salgadinho é outro espetáculo. Os sabores, esdrúxulos, variam de queijo, caramelo, parmegiana, chocolate a até o bem apimentado jalapenho.

A maior fonte de chocolate do mundo tem oito metros de altura e levou dois anos para ser planejada, desenhada e montada. Circula duas toneladas de chocolate branco e preto, por minuto.

Se não quiser fumar, depois da refeição, você acende um cigarrinho falso, com um pouco de nicotina e muitos sabores: creme, maça, cravo, menta ou café. O produto já circulou no Brasil, mas atualmente é proibido. Lobby da indústria do tabaco.

Para respirar profundamente, mesmo, pode estacionar junto a um barzinho de oxigênio. Isso. Colocam alguns tubos no teu nariz e você respira por 15 minutos doses de oxigênio quase puro, 90%. O ar que respiramos têm apenas 21%. Enquanto aspira, sentado em banquetas, recebe massagem nas costas e se distrai com os líquidos coloridos, envasados a sua frente.

O calor do verão de Vegas monta às costas e só desce quando se adentra ambiente climatizado. Exageradamente refrigerado é o bar onde o cliente recebe casaco, luvas e botas para passar da porta de entrada. Temperatura a menos cinco graus.

O pé doeu de tanto caminhar pelas passarelas que conectam os imensos e luxuosos hotéis? Uma paradinha na máquina automática e sai com uma sapatilha flexível e confortável. Há opções de estilos e tamanhos.

Aquela massagem que você já deve ter visto em shopping centers ou feiras imobiliárias é mais sofisticada, em Vegas. O estressado entra num tubo onde é coberto por lona plástica e recebe relaxantes jatos de água sobre o corpo. A multidão passa ali ao lado, apreciando.

Você pode se lembrar para sempre das bizarrices de Las Vegas ao estampar o rosto da sua família em blocos de cristal, com efeito tridimensional. Ou encomendar um boneco moldado à sua cara. Leva duas semanas para fazer e você recebe a encomenda quando já tiver voltado para casa, arrependido da compra. Naturalmente paga também as despesas de entrega.

Por fim, o mais bizarro é que você pode se empolgar e ser esquecido por dias nesse ambiente ilusório, pendurado a uma máquina de jogos.

Cassinos não têm relógios.

O custo de ser bizarro em Vegas

Bar de oxigênio – de US$17 a US$20 (20 minutos);
Pacote de pipoca – US$6,50 (50 centímetros);
Boneco artesanal com teu rosto – US$100;
Massagem com água – US$20 (10 minutos) ou US$45 (20 minutos);
Porta-retrato de cristal – a partir de US$69;
Tulipa com drinques coloridos – US$32 (refil custa entre US$1,99 e US$7);
Cigarro falso – US$10 (equivalente a 25 maços) – kit especial – US$400;
Sapatos de emergência – US$20 dólares (qualquer tamanho);
Buffet promocional – US$49,99 (seis em até 24 horas);
Buffet especial – US$435 (por pessoa, vinho e bebidas à parte).
Bar Minus 5C – entrada mínima de US$17 (com direito a casaco, luvas e botas). Há pacotes até US$95. Fotos são proibidas, vendidas por US$20.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *