De Mochila pelas Américas

Cemitério da Civilização Nazca

em 30 novembro, 2012

Cemitério 1
Cemitério 2
Cemitério 3
Cemitério 4
Cemitério 5
Cemitério 6
Cemitério 7
Cemitério 8

Mais interessante do que as famosas linhas de Nazca é o cemitério de Chauchilla. A civilização Nazca, que imperou no sul do Peru do ano 300 a.C a 800 d.C., foi pioneira no continente americano em técnicas de mumificação. E as múmias estão ali, em doze túmulos abertos, expostos ao tempo.

É claro que é muito mais incrível vê-las ali, no local onde foram enterradas, mas com a ação do tempo, do sol, da areia e dos ventos, tudo pode se perder, se as relíquias não forem transportadas para um museu. As coberturas de palha são recentes e insuficientes.

Houve um projeto para isso, há alguns anos, frustrado pelo desvio de recursos, informa Raul, guia local. “Tudo no Peru é corrupção”, lamenta.

A Cultura pré-incaica Nazca realmente impressiona: foram engenheiros, matemáticos, artesãos, médicos e arquitetos. As múmias eram enterradas em posição fetal e a crença na vida após a morte, comum às civilizações antigas, fazia com que fossem enterradas com tesouros e comida. Lembra disso? Todos estudamos na escola.

O lugar é uma descoberta recente, de poucas décadas, mas os saqueadores também encontraram o cemitério, retiraram peças e venderam para colecionadores, na Europa e nos Estados Unidos. Pelo menos a metade das 300 tumbas foi violada.

Os enterros eram acompanhados de cerimônias e ritos xamânicos e os corpos abrigados em posição fetal. Os sacerdotes, dotados de poderes, capacidades e condições especiais tinham longas cabeleiras, como ainda se vê nas múmias e nas fotos aqui publicadas. Comprimento de até dois metros!

Algumas múmias são de crianças, órfãs pela tuberculose que vitimava muitas das mães. Sozinhas no mundo, sem defesa, eram mutiladas e mortas em combates. Uma das fotos mostra uma pele. É a múmia de um porquinho da índia, enterrado junto com um integrante da antiga civilização.

 

Tags:, , , , , , , ,

10 Comentários link permanente

10 Posts

Post a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *