O sol nasce primeiro em Tulum

Publicado em: 27/05/ 13

Maias 1a
Maias 1b
Maias 2a
Maias 2b
Maias 3
Maias 4
Maias 5
Maias 6
Maias 7
Maias 8
Maias 9
Maias 11
Maias 12
Maias 14
Maias 15
Maias 16
Maias 17
Maias 18

Reflexão do Viajante

Os Maias sabiam viver. Na costa caribenha de águas azuis turquesa e verde jade construíram a cidade portuária de Tulum. “Zama”, chamavam o lugar onde o amanhecer chegava primeiro. Por trás das muralhas de pedra calcária, admiravam o horizonte.

Na atividade cotidiana participavam ativamente do movimento comercial marítimo e terrestre, compreendido entre o centro do México e Honduras, na América Central.

Três grandes muralhas fechavam a cidade. A leste, o mar era proteção natural.

Matemáticos, inventaram o conceito do zero. Observadores astronômicos, orientavam cidades e construções segundo os quatro pontos cardeais, como mostram as cruzes de pedra. Preocuparam-se ainda em calcular a órbita de Vênus.

Artistas deixaram a herança da cor e da modelagem do tecido aos indígenas da Guatemala. Falaram 36 línguas na América Central, com estrutura gramatical desenvolvida e expressões literárias próprias.

As cavernas debaixo de algumas construções são os Cenotes, que armazenavam água da chuva para abastecer a cidade.

Ao contrário do que prega boa parte dos historiadores, a Civilização Maia não se degenerou pelas guerras ou sucumbiu à fome ou  doenças. Nem foi conquistada pelos espanhóis, como os demais povos pré-colombianos – Astecas, Toltecas ou Olmecas.

Deixaram as principais cidades e desapareceram, afirmam estudiosos gnósticos. Místicos, teriam se transportado a uma dimensão paralela, não física, segundo a mesma linha de pesquisa.

Apesar de mal interpretados por visionários do fim do mundo em 2012, os Maias foram especialistas em calendários e contagem do tempo. Diziam que o caminho de Tulum, no mar, se abriria em algum momento e o mundo então mudaria.

Por enquanto, as ondas estouram na praia e as iguanas se arrastam na areia. O mar permanece azul celeste, admirado do alto da fortificação. As praias da região de Tulum são as mais bonitas da Península de Yucatã. Os Maias sabiam viver.


30 Comentários

  1. Delane S. disse:

    Fala Ike,aqui é o Delane do colégio Sesi Guarapuava,deve dar para aproveitar para descansar nessa sua viagem também não é? Com esses lugares lindos. Boa Viagem!

    • ikeweber disse:

      Sim, Delane. Numa expedição assim há espaço e tempo para tudo: aventurar, curtir, cansar e descansar, explorar, visitar e conhecer…

      Abço, Ike.

  2. Carol Bosi disse:

    Ike, que lugar lindo!!! continuo viajando junto com você! beijão e se cuida

  3. curioso de mais ai Ike,aproveita isso ai eim haha

  4. lucas Gabriel do colégio SESI haha

  5. Gabriel Alexius Strechar disse:

    força Ike pois agora a saudade da familia começa a aumentar cada vez mais . Estou acompanhando sua viajem e estou achando muito interessante.

  6. Alison Painkiv disse:

    Opaa Ike, sou aluno do colégio SESI de Guarapuava e estou acompanhando sua admirável viajem pelas Américas, gostaria de saber se você pudesse definir essa viajem em uma palavra, qual seria ?
    Boa sorte na viajem e que você consiga conquistar seus próximos objetivos… abraço, Alison.

    • ikeweber disse:

      Creio, Alison, que nenhuma palavra seria completa o suficiente para definir toda esta trajetória.

      Podemos fazer algumas tentativas com…

      Ousadia – Aventura – Conhecimento – Descoberta – Vivência – Aprendizado… e por aí vai.

      Lendo o blog, qual palavra você usaria para descrever a expedição?

      Abço, Ike.

      • Alison Painkiv disse:

        Realmente Ike, definir todos os aspectos da viajem em uma só palavra é muito difícil, pois são várias as perspectivas de observar o site, no meu caso, gosto da aventura que está vivenciando, portanto reflito qualidades ao visitar seu blog… Poderia definir a você protagonista, a palavra “aventureiro”, e a viajem como “descobertas” de maneira geral. Boa sorte Ike, abraço!

  7. Breendown Matheus disse:

    E ai Ike, aqui é o Breendown do Colégio Sesi de Guarapuava,mto massa essa história dos maias, estudei sobre eles ja e eles eram um povo espetacular, muito inteligentes! Vai com fé a nessa viagem, boa sorte!

  8. André Mikaz disse:

    Os Maias sabiam viver !

  9. Leonardo da Silva disse:

    Ei Ike, muito show sua viajem. Sou do colégio SESI-Guarapuava e, não só eu, mas como todos do SESI, estaremos te acompanhando nessa incrível viajem até o fim, desejando-lhe boa sorte. E estou curioso quanto aos próximos lugares em que passará. 😀
    flw Ike.

  10. Ana julia Arenhart disse:

    Que lugar lindo Ike, continue tendo uma boa viagem!
    – Ana julia do Colégio SESI Guarapuava!

  11. Thomas Nichay disse:

    nossa que aventura incrível que você esta trilhando Ike, sou Thomas do Colégio Sesi de Guarapuava e nunca tinha visto praias tão legais como essas (com iguanas, lol).
    os maias realmente são umas das civilizações indígenas mais intrigantes e espertas, alem de uma cultura tão ampla com calendários e astronomia, eles sabiam aproveitar a vida com uma praia dassas 🙂

  12. Bruno Kartoski Ortiz disse:

    ike, quais ,são mais bonitas as brasileiras ou as mexicanas? aqui é o Bruno Ortiz do colégio SESI Guarapuava

  13. Alessandra de oliveira disse:

    Oi Ike aqui eh Alessandra de Oliveira do colégio Sesi Guarapuava estou passando por aqui para lhe desejar uma otima viagem tudo de bom pra você bjoooos

  14. Eai Ike, estou acompanhando com freequencia suas postagens e me impressionando cada vez mais com as belas paisagens encontradas nas Américas, Sou o Gabriel do Colégio SESI de Guarapuava, e estou obsecado com todas essas cuiosidades da civilização maia.. Um abraço e boa sorte na sua caminnhada!

  15. thalia disse:

    Que lugar lindo, to adorando a sua viajem, Thalia do colégio SESI.

  16. Juliane Fernanda Ribeiro disse:

    Oi Ike aqui é a Juliane do Colégio SESI-PR de Guarapuava. Parabéns pelo seu trabalho e sua determinação. Beijo

  17. Kethlyn Amanda disse:

    Muito interessante tua viagem, muito bonito o lugar aí, boa sorte!
    Kethlyn Ferreira do Colégio Sesi de Guarapuava.

  18. Willian Lustosa disse:

    Ike, bonita paisagem força na viagem!

  19. rosemeiry tardivo disse:

    Ike, que fantástico! Estou amando sua viagem, mas também estou com saudade de você. Beijão e boa sorte sempre.

  20. Thaís Vieira disse:

    É um lugar mais lindo que o outro que vc visita heeim Ike? Aproveita bem aí porque não é todo dia que alguém tem uma oportunidade maravilhosa de conhecer novos povos, novas culturas e novos lugares fantásticos assim como você está tendo. \õ Boa sorte. Aqui é a Thaís Vieira do colégio Sesi Guarapuava. estamos todos torcendo e acompanhando suas viagens. Abraços

  21. paula de assis disse:

    Olá Ike, fotos bonitas.. estamos acompanhando a sua viajem todos alunos do colégio SESI, comentamos sempre de sua viajem nas aulas são muito interessante! estamos esperando a sua visita em Guarapuava no Colégio SESI.. Paula Assis,Sesi-Guarapuava.. Abraço

  22. juliana aparecida corre de mello silverio disse:

    ike sou eu …. um abraço da jujuh 🙂

  23. juliana aparecida corre de mello silverio disse:

    um abraço ike adoro seu blog e curto suas viagens.

  24. Paula disse:

    iguanas? achei que aqueles grandões fossem algum outro tipo, desses que ninguém avisou que já foram extintos e continuam andando felizes por tulum…


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *