Reserva Nacional de Paracas (parte 3)

Publicado em: 04/12/ 12

Reserva Paracas 1
Reserva Paracas 2
Reserva Paracas 3
Reserva Paracas 4
Reserva Paracas 5
Reserva Paracas 6
Reserva Paracas 7
Reserva Paracas 8

Jovem, com apenas 37 anos, a Reserva Nacional de Paracas foi criada para preservar o rico ecossistema marítimo da fria corrente peruana (de novo Humboldt). A maior parte é formada por cenário oceânico, no deserto costeiro do departamento de Ica, província de Pisco/Peru. É onde estão as Ilhas Ballestas, do post anterior.

A parte terrestre apresenta símbolos como “A Catedral”, formação rochosa amarelada que você vê em uma das fotos. Chamada assim pelos pescadores locais, conta-se que antes do terremoto de 2007 parecia mesmo com uma igreja.

Na terra e grutas, “zorros”, pequenos lobos. No mar e nas praias os lobos são marinhos. Nas épocas da I e II Guerras Mundiais, os leões marinhos ou “lobos del mar” eram vendidos por US$ 20,00 cada. A carne era devorada e a pele usada como abrigo.

Em outro ponto a areia de origem vulcânica tem tom avermelhado, sinal da presença de ferro e cobre. Por toda essa costa desértica os Incas caminhavam, transportando algumas centenas de quilos de ouro.

Hoje os nativos extraem a alga, trabalhada em fábrica local, e exportada para a Ásia por US$ 150,00 a tonelada.


2 Comentários

  1. Gilson Santos disse:

    Muito legal Ike. Essa sua aventura é algo provocante.
    Parabéns!

  2. Edilane disse:

    Lugar lindooo!!!


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *